SERGEI KARPUKHIN

Exame ao sangue descobre cancro um ano antes do reaparecimento

Uma equipa de investigadores britânicos descobriu uma maneira de identificar o regresso do cancro, com um ano de antecedência. Através de um exame ao sangue, a equipa conseguiu identificar os primeiros sinais da doença, uma série de células invisíveis ao raio-X e à TAC. A descoberta pode vir a permitir tratar o cancro mais cedo e, como resultado, poderá aumentar as chances de o curar.

Segundo a BBC, os investigadores focaram-se no cancro do pulmão durante o estudo. Contudo, os médicos acreditam que as descobertas podem vir a ser aplicadas a todos os tipos de cancro.

O cancro do pulmão é o que mata mais pessoas no mundo, sendo que o principal objetico da investigação era acompanhar o seu desenvolvimento.

Para conseguir descobrir o regresso do cancro, os médicos precisam de saber do que estão à procura em concreto. Para isso, utilizaram amostras de tumores removidos dos pulmões durante cirurgias.

A equipa analisou depois o ADN dos tumores, de modo a obter o mapeamento genético do cancro de cada paciente. A cada três meses, foram realizados exames de sangue aos pacientes para verificar se os vestígios do ADN do cancro tinham reaparecido.

Os resultados – publicados na revista científica Nature – mostraram que o regresso do cancro pode ser identificado um ano antes, em comparação com os métodos atuais da medicina.

 

Fonte: SIC Notícias –  http://sicnoticias.sapo.pt